Encontrado dois revólveres e 15 celulares dentro de cadeia em Natal

É importante o governo, por meio de suas autoridades competente, descobrir como esses revolveres e tantos celulares estão entrando dentro dos presídios e das cadeias. Há uma grande possibilidade de participação de funcionários públicos nesses crimes.

Do G1RN

Dois revólveres, 15 celulares e drogas foram apreendidos dentro do CDP Potengi (Foto: Divulgação/Sejuc )
Dois revólveres, 15 celulares e drogas foram apreendidos dentro do CDP Potengi (Foto: Divulgação/Sejuc )

Imagens gravadas por agentes penitenciários mostram o momento em que dois revólveres são encontrados no Centro de Detenção Provisória do Potengi nesta segunda-feira (29). Drogas e 15 celulares também foram apreendidos, eles estavam escondidos, amarrados com fitas isolantes.

A revista foi feita por agentes penitenciários da própria unidade e do Grupo de Operações Especiais (GOE) – unidade de elite da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc).

De acordo com o secretário adjunto da Sejuc, Maiquel Anderson Cavalcante Mendes, as duas armas foram encontradas em celas diferentes. “Primeiro foi feita uma revista de rotina. Quando os agentes que trabalham no CDP acharam a primeira arma, pedimos o reforço do GOE. Na segunda varredura, mais minuciosa, foi encontrado o segundo revólver”, revelou.

A primeira arma estava dentro de um aparelho de televisão, enrolada em um pano. Dentro da TV também foi encontrada uma pequena quantidade de droga. Já o segundo revólver estava envolvido em preservativos e sacos plásticos, dentro de uma toca, que é um buraco usado pelos presos para esconder materiais ilícitos.

Ainda segundo o adjunto, a Sejuc vai instaurar uma sindicância para apurar como as armas chegaram às celas. “Os revólveres e as drogas serão entregues à autoridade policial”, acrescentou.

Histórico preocupante

O CDP do Potengi tem um histórico preocupante. No dia 17 de janeiro do ano passado, por exemplo, um agente penitenciário e um policial militar foram baleados após um preso fingir estar passando mal dentro de uma das carceragens da unidade. Quando o agente e o PM abriram a cela para prestar socorro, um segundo detento sacou uma pistola calibre 380 e atirou.

Um dos agentes revidou atirando com balas de borracha. Em seguida, outro agente acabou rendido pelos presos, que o usaram como escudo humano. O agente baleado ficou ferido no braço. Já o PM, atingido no peito, estava usando colete à prova de balas.

Um dos agentes reage e atira com bala de borracha; em seguida, outro agente é rendido pelos presos, que o usam como escudo humano (Foto: G1/RN)
Um dos agentes reage e atira com bala de borracha; em seguida, outro agente é rendido pelos presos, que o usam como escudo humano (Foto: G1/RN)

Os dois presos fugiram. Eles foram identificados como Daniel Saulo de Queiroz Lourenço e Jangledson de Oliveira, que escaparam levando a arma do agente baleado, um revólver calibre 38. No momento da fuga, dois agentes penitenciários e dois PMs faziam a guarda do CDP.

Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/videos-mostram-a-descoberta-de-dois-revolveres-dentro-de-cadeia-em-natal.ghtml