Morte de modelo de 14 anos reabre debate sobre exploração na moda

Resultado de imagem para A adolescente russa Vlada Dziuba faleceu na sexta-feira em um hospital da China.
Foto: Internet

Uma agência chinesa de modelos negou nesta segunda-feira ter provocado a morte por exaustão de uma adolescente russa de 14 anos, que faleceu dias depois de ter participado da Semana de Moda de Xangai.

A adolescente russa Vlada Dziuba faleceu na sexta-feira em um hospital da China.

Vlada Dziuba foi vítima de uma meningite agravada por um profundo estado de exaustão, informou o jornal russo em língua inglesa The Siberian Times.

Ela passou mal na terça-feira passada e foi hospitalizada no dia seguinte, mas seu estado de saúde deteriorou rapidamente.

“Nós lamentamos a perda de um anjo”, afirmou no domingo a agência de modelos ESEE de Xangai em um comunicado.

A agência ESEE destaca no comunicado que a adolescente começou a passar mal em 24 de outubro, seis dias após o encerramento dos desfiles de moda em Xangai.

A morte Dziuba provocou a retomada do debate sobre as condições de trabalho das modelos estrangeiras na China, muitas delas procedentes dos países da ex-União Soviética.

Dziuba trabalhava oito horas por dia, como estabelece a lei chinesa, afirmou Zheng Yi, diretor geral da ESEE, ao jornal oficial chinês Global Times.

“Dziuba trabalhou 16 vezes durante sua estadia de dois meses na China. Tinha pausas regulares durante o trabalho”, declarou Zheng.

 

 

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/morte-de-modelo-de-14-anos-reabre-debate-sobre-exploracao-na-moda/

Leave a Comment