Kelps critica sucessivos anúncios do Governo sobre sede de novos presídios

Citando o aumento das estatísticas de criminalidade no RN, que já contabiliza cerca de 500 mortes por assassinato, o deputado Kelps Lima (Solidariedade) criticou o Governo do RN pelos sucessivos anúncios que foram feitos sobre o município que sediará dois novos presídios no RN. O parlamentar disse que falta gestão e planejamento.

“Depois da grande rebelião de Alcaçuz, o Governo correu para anunciar que ia fechar o presídio e vários técnicos se posicionaram contra. O que é mais grave, não é a escolha da cidade em si, pois o presídio vai ter que ser construído em alguma cidade, mas é grave o fato do Governo mostrar que está absolutamente perdido nessa escolha e isso soa muito ruim”, afirmou Kelps.

O deputado afirmou que a obtenção de recursos federais não foi fruto de projetos e planejamento, mas da gravidade da situação no Estado. “A construção já foi anunciada e mudada várias vezes. Já se falou em Mossoró, Santana do Seridó e agora Afonso Bezerra”, criticou.

Kelps disse que é natural a população não querer receber o presídio: “Com essas mudanças o Governo sinaliza com fraqueza, porque não tem segurança para defender as suas escolhas e é natural as cidades não quererem receber esse presídio sem uma compensação social. A população não quer um governo vacilante, que não sabe o que fazer ou que decisão tomar. Essa insegurança só aumenta o problema”, disse.

Em aparte, os deputados Gustavo Carvalho (PSDB) e Ricardo Motta (PSB) endossaram preocupação com a questão. “Concordo integralmente sobre o que foi falado acerca da construção do presídio e faço um apelo para que quando a decisão for anunciada se tenha um amplo conhecimento e que a cidade também esteja preparada para receber esse presídio.  O deputado José Dias relatou que há problemas técnicos na construção em Afonso Bezerra, pois lá possui terreno arenoso”, afirmou Gustavo.

O deputado Kelps Lima ainda citou as recentes ocorrências policiais em Upanema e relatou que os moradores estão fazendo apelo para que a segurança seja reforçada diante do aumento de assaltos, roubos de carro e outros que vem prejudicando a economia local.

Ricardo Motta afirmou que a situação de Upanema é preocupante e solicitou reforço no efetivo policial.

 

Assessoria