Kelps critica Governo por não enviar projetos de leis que organizam a PM

Em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa, na sessão ordinária desta terça-feira (26), o deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) levantou o que considera ‘histórico de preconceito e de descumprimentos’ por parte do Governo do Estado com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte. O parlamentar criticou a omissão do Estado ao não enviar para votação do legislativo, Projetos de Leis para valorização da PM.

“A quem interessa a Polícia Militar não ser organizada e qualificada? A quem interessa que os homens que vão para as ruas trocar tiros com bandidos não sejam valorizados? Não é à sociedade”, disse Kelps Lima, relatando que o Governo não vem cumprindo termos ajustados com a PM em reunião com a categoria. Segundo o parlamentar, apesar de prometer, o Governo não enviou à Assembleia Legislativa, Projetos de Leis como o que regulariza o ingresso na Polícia Militar, assim como não cumpriu pagamentos retroativos e reajuste nos valores de diárias operacionais.

Kelps Lima criticou o Governo do Estado por ter anunciado a realização de um concurso para ocupação de mil vagas na Polícia Militar, sem a existência da lei que organiza a categoria. “Qual o mistério para não se qualificar a Polícia Militar?”, questionou o deputado. Para Kelps, o Governo “se vangloria” de ter implantado promoções, mas não diz que apenas cumpre a lei aprovada pela Assembleia Legislativa. “As promoções foram aprovadas por esta Casa na legislatura passada”, ressaltou Kelps.

O parlamentar encerrou seu pronunciamento afirmando que o registro que fez foi o começo de um debate que terá momentos de alta temperatura e do qual ele não se omitirá. “O Governo só vai funcionar mais uma vez no tranco, na marra”, disse o parlamentar, anunciando que no dia 9 de outubro os policiais militares farão uma assembleia na frente da Governadoria, dando início a um movimento de indignação.

Leave a Comment