Hemonorte espera reunir 150 doadores em parceria com Assembleia

A servidora Ana Carolina Duarte não pensou duas vezes. Depois de chegar à Procuradoria de Finanças da Assembleia Legislativa e realizar as primeiras atividades do dia, dedicou alguns minutos da sua rotina para um ato nobre: doar sangue. O gesto de Ana Carolina foi facilitado graças à ação conjunta entre a Casa Legislativa e o Hemonorte, que ao longo de todo o dia de hoje (18) está coletando sangue junto aos servidores legislativos e população. O objetivo principal é reforçar o estoque de bolsas de sangue do centro de coleta. A unidade móvel de coleta de sangue estará instalada na Praça Sete de Setembro, Centro da cidade, até às 17h .

“A proximidade ajuda muito. Eu sou doadora, mas já fazia um certo tempo que não conseguia me organizar e ir até o Hemonorte. É muito importante doar sangue, não precisa ter medo”, tranquiliza a servidora da Assembleia, Ana Carolina.

O procedimento todo demora de 10 a 15 minutos, contando a  entrevista, exames e a doação em si. A iniciativa da campanha é do setor de Saúde da Casa, que se sensibilizou com o reduzido estoque de sangue registrado pelo Hemonorte.

Essa é a segunda vez que a Casa faz parceria com o Hemonorte. “Fizemos no ano passado e estamos novamente promovendo essa ação em favor do abastecimento do banco de sangue do centro, que está reduzido à metade”, explica o coordenador de Saúde da Assembleia, Ricardo Fonseca.

A visibilidade promovida pela localização desta campanha é muito importante pela sensibilização que provoca nas pessoas. “A acessibilidade que dá às pessoas pelo simples fato de estar no Centro da Cidade é muito positiva”, destaca a coordenadora de campanhas do Hemocentro, Miriam Mafra.

Além dos servidores da Assembleia Legislativa, a população também pode participar da ação. A expectativa é que pelo menos 150 pessoas façam a doação na unidade móvel. De acordo com informações da Divisão de Serviço Social do Hemonorte, cada doação de sangue pode salvar até quatro vidas.

Quem pode doar
Podem doar pessoas entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos de idade precisam de consentimento do responsável legal); ser saudável; pesar acima de 50 kg; ter dormido 6 horas na noite anterior; não ter tomado vacinas nos últimos 40 dias; evitar alimentos gordurosos antes da doação; não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores; e apresentar um documento oficial com foto.

 

Assessoria