Governo Robinson poderá adotar compensação no duodécimo do Judiciário

Tem auxiliar do governador Robinson Faria (PSD) defendendo que ele adote o sistema de compensação no duodécimo do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte. Seria uma forma de “utilizar” os recursos deixados em caixa pela gestão do ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Cláudio Santos, que tentou repassar a sobra de caixa do Poder Judiciário ao Executivo, sem os recursos de arrecadação própria do Judiciário. Ou seja, o Judiciário ficaria ainda com uma boa poupança.

O Tesouro Nacional permite que não havendo a utilização da integralidade dos recursos repassados ao Judiciário e não havendo devolução ao Executivo, poderá ocorrer, no exercício corrente, compensação entre o valor da sobra de caixa.

Resta saber se o governador Robinson Faria vai seguir o conselho de alguns dos seus auxiliares.

 

Do Heitor Gregório