Governo anuncia adoção de pílula anti-HIV para pessoas em risco

O Ministério da Saúde anunciou, na manhã desta quarta-feira, que adotará a profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV para pessoas de grupos vulneráveis. A estratégia envolve o uso diário do medicamento Truvada (uma combinação dos antirretrovirais tenofovir e emtricitabina) por pessoas que não têm o vírus. O objetivo é proteger grupos que estão mais expostos ao risco de infecção, como profissionais do sexo, casais sorodiscordantes (quando um tem o vírus e o outro, não), pessoas trans e homens que fazem sexo com homens.

 

 

Do Robson Pires