Deputado Ezequiel requer obras para melhorar qualidade de vida da população de Tangará

Microcrédito, estrada, reforma geral da rodoviária, perfuração e instalação de poços na zona rural e construção de cisternas, são benefícios importantes para o desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população de Tangará, município da região Trairi. Esses foram os itens incluídos em requerimentos do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), encaminhados esta semana ao governador do Estado, Robinson Faria (PSD) e aos secretários das áreas específicas.

“O município de Tangará tem uma população superior a 15 mil habitantes, conforme dados do IBGE. No intuito de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, solicitamos do governo um estudo de viabilidade técnica para a construção da estrada que liga a BR-226 ao distrito de Trairí, onde está localizado o açude Trairí, um ponto turístico da cidade bastante visitado É importante a construção dessa estrada no trecho do Rio Grande do Norte, o que trará benefícios para a economia do município e da região”, afirma o deputado Ezequiel.

Ainda na área de infraestrutura, Ezequiel Ferreira encaminhou solicitação ao Governador do Estado e ao diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Jorge Ernesto Fraxe, uma reforma geral da rodoviária de Tangará, cujas instalações não têm qualquer manutenção há anos.

Outro requerimento do parlamentar foi no sentido de incrementar a economia do município com inclusão do programa Microcrédito Empreendedor, que é desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social em parceria com a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte.

Para assegurar o abastecimento de água na zona rural do município, o presidente da Assembleia Legislativa solicitou a perfuração e instalação de poços tubulares nos distritos Serrote Branco e Serrote Preto, bem como a construção de cisternas em comunidades rurais.

“A construção de cisternas de placas de cimento é uma tecnologia simples e de baixo custo, para a captação da água de chuva, para armazenamento em reservatórios, capazes de garantir água para uma família de cinco pessoas em um período de estiagem de aproximadamente oito meses”, registrou o deputado.

O Programa Nacional de Cisternas é uma ação do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado.