Category: Notícias

Estados querem suspender pagamento de dívidas com União

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706Globo “1 Hora” – Os governadores de Alagoas, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, o Secretário da Fazenda de São Paulo,  além do  governador em exercício do Rio de Janeiro, dividiram a mesma preocupação.

Francisco Dornelles, o governador em exercício do RJ, afirmou que o déficit do estado em 2016 vai ser de 19 bilhões de reais, principalmente por causa dos altos juros da dívida dos estados com o Governo Federal. Foi ele quem propôs a moratória: que os estados deixem de pagar os juros da dívida com a União por 12 meses: “Acho que não tem outro jeito. Os estados hoje estão impedidos de fazer qualquer  investimento na área social, de segurança, educação, saúde. Estão arrecadando pra pagar juros”.

Mais cedo, o Ministro do Planejamento Romero Jucá chegou a dizer que o Governo Federal conhecia as dificuldades dos estados mas não previa a possibilidade de moratória: “é muito importante dar condição de funcionamento aos estados. As políticas públicas estaduais impactam diretamente a sociedade brasileira, e portanto nós estamos tentando construir uma solução que amenize uma grave crise e que aponta uma saída a médio prazo”.

O ministro disse ainda que a moratória não é uma possibilidade e que o Ministério da Fazenda está preparando uma proposta de renegociação, que deve ser apresentada aos estados até o fim do mês de maio.

No mês passado, o STF suspendeu por 60 dias o julgamento de mandados de segurança que discutem os juros das dívidas dos estados com a União.  O Tribunal entendeu que é preciso fazer ajustes nos termos das dívidas

Temer ainda não escolheu líder do governo na Câmara, diz Geddel

Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil
images

O ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, disse hoje (17) que o presidente interino Michel Temer ainda não escolheu o líder do governo na Câmara dos Deputados.

“O presidente [Temer] ainda não definiu essa questão. Nós estamos conversando. Essa é uma prerrogativa do presidente da República, mas vamos conversar com os líderes da base aliada para que saia uma solução que nos unifique, que não crie problemas. Esse tipo de questão só tem uma forma de resolver: dialogando com franqueza, e isso está sendo feito no decorrer da semana, para que nós tenhamos também essa questão resolvida o mais rápido possível”, afirmou Geddel, após a primeira reunião de Temer como presidente interino com líderes da base aliada na Câmara.

Mais cedo, o líder do PHS, Givaldo Carimbão (AL), confirmou o apoio de 300 deputados ao nome de André Moura (PSC-SE) para assumir a liderança do governo na Câmara dos Deputados.

O grupo representa o chamado Centrão e defendeu a indicação nesta primeira reunião de líderes da base com Temer. A reunião na Câmara foi feita no fim da manhã de hoje (17), envolvendo lideranças do PEN, PP, PR, PSL, PSD, PRB, PTN, PSC, PHS, PROS, PMDB e o Solidariedade

O apoio a André Moura não inclui parlamentares do PSDB, DEM e PPS, que defendem a indicação de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para a função.

Diálogo com Congresso

Geddel informou que as medidas que serão elaboradas pela equipe econômica, antes de serem encaminhadas ao Congresso Nacional serão apresentadas aos partidos políticos para que eles possam analisar. “Eles serão copartícipes e corresponsáveis pela elaboração das medidas que os agentes de governo haverão de implementar”.

Segundo o ministro da Secretaria de Governo, Temer manifestou seu desejo de “governar de mãos dadas com o Congresso Nacional”. “Pediu também que os líderes agilizassem a votação das medidas provisórias que estão trancando a pauta, até porque, no decorrer desses dias, teremos que apreciar algo de extrema importância, que é a revisão da meta fiscal. Dos líderes, o presidente recebeu solidariedade, no sentido de que o Congresso haverá de mostrar ao país que está trabalhando”, disse Geddel.

Entre os líderes presentes na reunião, no Planalto, estavam Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Pauderney Avelino (DEM-AM), Rubens Bueno (PPS-PR), Leonardo Quintão (PMDB- MG), Márcio Marinho (PRB-BA) e Givaldo Carimbão (PHS-AL). Também participaram da reunião Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Jovair Arantes (PTB-GO), Rogério Rosso (PSD-DF), Aelton Freitas (PR-MG), Paulo Foletto (PSB-ES), Genecias Noronha (SD-CE), Renata Abreu (PTN-SP), Evandro Gussi (PV-SP), Ronaldo Fonseca (Pros-DF), André Moura (PSC-SE) e Alfredo Kaefer (PSL-PR).

Segurança do STF acha escuta no gabinete do ministro Barroso

Ministro Luís Roberto Barroso: o equipamento estava desativado e foi encontrado há cerca de duas semanas durante uma varredura de rotina nos gabinetes dos togados
Ministro Luís Roberto Barroso: o equipamento estava desativado e foi encontrado há cerca de duas semanas durante uma varredura de rotina nos gabinetes dos togados

Exame – Brasília – A segurança do Supremo Tribunal Federal (STF) identificou uma escuta telefônica no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso.

O equipamento estava desativado e foi encontrado há cerca de duas semanas durante uma varredura de rotina nos gabinetes dos togados.

O dispositivo estava instalado em uma caixa de tomada embutida no chão, logo abaixo da mesa do ministro. Ainda não foi possível identificar quando a escuta foi implantada e se ela chegou a ser ativada em algum momento. Um procedimento interno foi aberto para investigar o caso.

Recentemente, o ministro assumiu a relatoria da ação que definiu o rito de impeachment da presidente da República afastada Dilma Rousseff. Segundo interlocutores, o ministro ficou surpreso ao saber da escuta em seu gabinete, mas não esboçou maior preocupação.

Barroso ocupa o gabinete número 429, no quarto andar de um prédio dos anexos do STF, em Brasília, desde 2013, quando assumiu o cargo de ministro na Suprema Corte.

Antes, a sala era usada por Joaquim Barbosa, então presidente do Supremo, que anunciou aposentadoria antecipada pouco tempo depois do julgamento do mensalão.

WhatsApp testa chamadas por vídeo

Um novo recurso de chamada por vídeo parece estar sendo testado pelo WhatsApp, pois, de acordo com o site The Verge, alguns usuários da versão beta Android pelo mundo já estão conseguindo visualizar o botão no aplicativo. No ano passado as chamadas por voz foram introduzidas gradualmente, porém um seleto grupo de usuários teve acesso ao recurso semanas antes de ser disponibilizado ao público em geral. Segundo o FoneArena, o botão apareceu para alguns usuários ao tentar realizar uma chamada, mesmo assim para muitos ainda está inativo como mostra a imagem abaixo.

WhatsApp-video-calling

 

Cauby Peixoto: veja a repercussão da morte do cantor

G1 – Artistas e amigos lamentaram nas redes sociais a morte do cantor Cauby Peixoto. Ele morreu em São Paulo na noite deste domingo (15) aos 85 anos.

O artista estava internado devido a uma pneumonia, desde o dia 9 de maio, no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.

cauby3

Leia a repercussão:

Nelson Hoineff, diretor do documentário “Cauby – Começaria tudo outra vez”, no Facebook
“O maior cantor brasileiro de todos os tempos acaba de nos deixar. A emoção da perda de um artista único, como jamais iremos conhecer igual, soma-se oi indescritível prazer de ter trabalhado com ele durante três anos no filme sobre sua obra. Cada segundo com Cauby foi eterno – e quero agradecer aqui ao empenho de Nancy Lara e Thiago Marques Luiz, ambos imprescindíveis para que conseguissemos filmar este gênio ainda em vida. Ficamos todos mais pobres sem Cauby. Podemos esperar cem anos, mil anos, mas não voltaremos a ver um interprete brasileiro como ele. Que lá de cima Cauby cuide de nossa orfandade.”

Elymar Santos, no Facebook
O cantor Elymar Santos expressou seus sentimentos ao amigo de profissão em sua página no Facebook: “O Brasil acaba de perder um de seus maiores ídolos, meu padrinho Cauby Peixoto. Que Nossa Senhora receba em seus bralços, e que ele descanse em paz”. Obrigado Cauby, em nome da Música Popular Brasileira”.

Paula Lavigne, no Facebook
A produtora musical Paula Lavigne também se manifestou em  seu Facebook com uma foto do cantor e frase.: “Um triste boa noite! #caubypeixoto #RIR”

Patricia Pilar, no Facebook
“Os brilhos, os blazers, o cavalheirismo, o rosto desenhado, a doçura, o camarim, o gin, a Conceição, A VOZ! Que inspiração arrebatadora, que artista! Cauby, obrigado por ter sido tanto nas minhas escolhas. Vou te ver e ouvir pra sempre, cada vez mais! Que noite triste”.

Daniela Mercury, no Instagram
“Uma canção e um beijo muito carinhoso é minha última homenagem ao querido Cauby Peixoto, que com sua voz inconfundível, linda, grave, doce e poderosa enfeitou nossa vida por tantas décadas. Se vai um querido amigo e vitorioso artista e galã de multidões”. #caubypeixoto #saudade

Maria Rita, no Instagram
“Arrasada com essa notícia… não ta facil não hein…”. #qued’usothem #emierriesuaturma #caubypeixoto

Adryana Ribeiro, no Instagram
“Notícia muito triste, perdemos #CaubyPeixoto”.

Rogério Flausino, no Instagram
… #CaubyPeixoto, a voz. Obrigado mestre. #RipCauby ❤️

Beth Guzzo, no Instagram
“O céu hoje está em festa com a chegada dessa estrela e nós aqui ficamos agradecidos por tudo que fez, representou e vai continuar representando na música brasileira, uma das mais bela vozes do nosso país. Descance em paz Cauby Peixoto” #Rip #caubypeixoto

Nany People, no Instagram
“Obrigada #Professor … A MPB perdeu um Grande Mestre!”

JC Sampa Crew, no Instagram
“Um artista na essência da palavra. Cantou até os 85 anos de vida e estava sempre ao vivo com a mesma elegância e voz impecavelmente afinada no bar Brahma. Um dos últimos que não precisou jamais de recursos de computado pra afinar voz nas gravações fonográficas”.

“Descanse em paz, Cauby Peixoto. Agora ao lado de Dalva de Oliveira, Nelson Gonçalves, Altemar Dutra, Lupicínio Rodrigues e tantos outros de um tempo que música tinha qualidade, sentimento e essência. Esse sim um tempo bom que não volta nunca mais”.

Luiz Thunderbird, no Twitter
“Perdemos Cauby Peixoto. Um dos maiores cantores do Brasil”. #RipCaubyPeixoto

Ivo Meirelles, no Twitter
“Seu nome brilhará eternamente!”

Rita Cadillac, no Facebook
“Nosso saudoso Cauby Peixoto está chegando ao céu agora e sera bem recebido por Deus”.

Paulah Gass, no Instagram
“Foi uma honra ter te conhecido professor! Que o Senhor te receba de braços abertos, Cauby! Minha gratidão. Meu respeito. Minha admiração. R.I.P.” ❤

Centrais e Fiesp já pressionam equipe econômica de Temer

Eliseu Padilha, Michel Temer e Henrique Meirelles: governo interino já sofre pressão de representantes de patrões e empregados contra medidas econômicas.
Eliseu Padilha, Michel Temer e Henrique Meirelles: governo interino já sofre pressão de representantes de patrões e empregados contra medidas econômicas.

Exame – Brasília – Apenas quatro dias após terem tomado posse, o presidente da República em exercício, Michel Temer, e seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, iniciam a semana sob pressão das centrais sindicais e também dosempresários em relação ao pacote de medidas que a equipe econômica planeja colocar em prática nos próximos dias.

A pressão parte, principalmente, de personagens importantes que estiveram ao lado de Temer na batalha do impeachment: o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), da Força Sindical.

Em reunião agendada para as 15 horas no Palácio do Planalto, ao menos quatro das maiores centrais do País – Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Sindicatos Brasileiros e Nova Central Sindical de Trabalhadores – pressionarão Temer, Meirelles, Eliseu Padilha (Casa Civil) e o novo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, a rever alguns pontos anunciados por Meirelles em entrevista coletiva na última sexta-feira, 13.

Do lado dos empresários, o presidente da Fiesp se reuniu na noite deste domingo, 15, com Temer, em São Paulo. A pauta foi a proposta de recriação da CPMF ou de outro imposto transitório, ideia que não é descartada por Henrique Meirelles.

“O pato está a postos e tem como prioridade dizer não ao aumento”, afirmou Skaf no sábado em entrevista à Rádio Gaúcha, numa referência ao pato inflável da campanha da entidade contra impostos.

O primeiro grupo rejeita fortemente a recriação da CPMF, ainda que temporária, e o segundo teme os rumos da reforma da Previdência. Geddel Vieira Lima, ministro da Secretaria de Governo, se diz, pessoalmente, contra a recriação da CPMF.

“Sou pessoalmente contra a criação da CPMF, mas vou adotar a postura do governo”, disse Geddel em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, Meirelles disse que o ideal é que se consiga equilibrar o orçamento apenas com o corte de despesas e, assim, não seja necessária a volta do imposto.

Sindicatos

As centrais são contra a reforma da Previdência, em especial em relação à idade mínima e ao aumento do tempo de contribuição. Outro ponto que elas querem discutir hoje com o novo governo é a revisão da legislação trabalhista.

Na sexta, Meirelles disse que a proposta de reforma da Previdência deve respeitar os direitos adquiridos. Mas ressaltou que esse conceito é “impreciso”.

Afirmou ainda que sua equipe trabalha em cima de revisão da legislação trabalhista. Também para o Fantástico, ele afirmou que o assunto tem de ser debatido com a opinião pública e o Congresso.

Temer quer convencer as centrais de que algumas medidas são necessárias, apesar de duras. Dirá que a proposta de reforma da Previdência tem por objetivo conter os gastos públicos e que as leis trabalhistas precisam ser modernizadas.

Conforme antecipou neste domingo, 15, no estadão.com a Coluna do Estadão, na reunião desta segunda com as centrais sindicais, Michel Temer e Henrique Meirelles serão claros na conversa.

Ambos dirão aos representantes dos sindicalistas que o governo vai apresentar uma proposta de reforma da Previdência Social para o Congresso como forma de conter os gastos enormes que o setor hoje representa.

Projeções feitas por técnicos do governo indicam que o sistema previdenciário poderá entrar em crise a partir de 2020, se os gastos não forem contidos por algum tipo de reforma.

Reações

Além de conseguir apoio, o encontro visa debelar uma possível rebelião das centrais sindicais. As entidades ainda não falam em ações práticas, mas informaram que, quando as negociações começarem efetivamente, vão levar as propostas para os trabalhadores para estudar a reação mais adequada, caso medidas mais duras prosperem.

Para o presidente em exercício, esse cenário é ruim, pois ele já não detém o apoio das centrais ligadas ao PT, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a maior do País, e a Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil. Ambas foram convidadas para a reunião, mas, até o início da noite de domingo, nenhuma havia confirmado presença.

Homens-bomba matam ao menos 6 e ferem 18 no Iraque

Soldado iraquiano: O chefe da polícia afirmou que ao menos 14 homens invadiram complexo residencial
Soldado iraquiano: O chefe da polícia afirmou que ao menos 14 homens invadiram complexo residencial

Exame – Bagdá – Uma série de ataques suicidas nos arredores de Bagdá matou ao menos seis pessoas e deixou outras 18 feridas, afirmam representantes do governo iraquiano.

Os atentados foram realizados por homens-bomba, atingindo uma área residencial e um complexo do governo.

O chefe da polícia na cidade de Amiriyat Fallujah, o Coronel Ali al-Issawi, afirmou que ao menos 14 homens invadiram o complexo durante o amanhecer. Além de residências, existem diversos prédios do governo na região.

Cinco dos terroristas morreram em confronto com forças de segurança, enquanto outros conseguiram se esconder em prédios, até serem mortos posteriormente. Das vítimas fatais, cinco eram soldados e um era civil, enquanto outros ficaram 18 feridos.

A cidade é localizada há alguns quilômetros ao Sul da Fallujah, principal área controlada pelo Estado Islâmico (EI) na província de Anbar, a cerca de 65 quilômetros de Bagdá.

O EI controla regiões estratégicas no Norte e Oeste do Iraque, incluindo a segunda maior cidade do país, Mossul. O grupo extremista declarou a criação de um califado islâmico nas regiões controladas pelo grupo entre Iraque e Síria.

Forças militares iraquianas, milícias e bombardeios norte-americanos reconquistaram algumas cidades nos últimos meses. O EI, por outro lado, respondeu com ataques distantes ao campo de batalha, numa campanha classificada por oficiais iraquianos como distração após sucessivas derrotas.

Desde quarta-feira, a série de ataques promovidos pelo EI já soma mais de 100 vítimas fatais. Fonte: Associated Press.

Temer afirma que não será candidato à reeleição em 2018

1019598-12052016-mca6543

Terra – O presidente interino Michel Temer afirmou nesse domingo (15) que não tem a intenção de se candidatar à reeleição, em entrevista ao programa Fantástico , da Rede Globo. Temer disse também que, se for confirmado no cargo para cumprir o mandato até 31 de dezembro de 2018, pretende reduzir o desemprego e entregar à população um País pacificado.

O presidente interino acrescentou que, caso cumpra essas tarefas, se dará por satisfeito. “Se cumprir essa tarefa, me darei por enormemente satisfeito.” Diante da insistência da repórter em questionar se ele não será candidato em nenhuma hipótese, Temer respondeu: “É uma pergunta complicada ‘nenhuma hipótese’. De repente, pode acontecer, mas não é minha intenção. E é minha negativa. Estou negando a possibilidade de uma eventual reeleição, até porque isso me dá maior tranquilidade. Não preciso, digamos, praticar atos conducentes a uma eventual reeleição. Posso até ser impopular, desde que produza benefícios para o País.”

Sobre as críticas pela ausência de mulheres nos cargos de ministros em seu governo, Temer destacou que o mais importante não é ter o rótulo de ministro. Afirmou que um dos cargos de maior destaque da Presidência da República, que é a chefia de gabinete, é ocupada por uma mulher.

Informou ainda que serão ocupados por mulheres cargos de destaque nas secretarias de Cultura, Ciência e Tecnologia e das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Centrais sindicais

Na entrevista, Temer disse ainda que vai demitir ministro que cometer irregularidades. “Se houver um equívoco, ou equívocos administrativos, e, no particular, se houver irregularidades administrativas, eu demito o ministro”, assegurou o presidente interino, que tomou posse e empossou os novos ministros na quinta-feira (12).

O presidente interino Michel Temer deve se reunir na tarde desta segunda-feira (16) com centrais sindicais para debater propostas de mudanças na Previdência Social. O encontro está previsto para ocorrer às 15h, no Palácio do Planalto. Foram convidados a participar centrais como UGT e Força Sindical. também devem participar da conversa os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

UFRN seleciona vítimas de assalto como voluntários para pesquisa

assalto (1)

Os programas de Pós-Graduação em Neurociências e em Psicobiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) estão selecionando voluntários que tenham sido assaltados em Natal. Os interessados devem ser do sexo masculino, por representarem o grupo de maior exposição, e ter entre 18 e 55 anos.

Segundo Bernardete Sousa, professora do Instituto do Cérebro (ICe), a pesquisa tem o intuito de analisar os sintomas e as características biológicas associadas à intervenção psicológica pela técnica de Experiência Somática. “A técnica consiste no enfoque da consciência corporal no tratamento do trauma, visando restabelecer funções corporais ideais a partir de experiências verbais e não verbais, das sensações internas e movimentos corporais”, explicou.

A participação dos voluntários no estudo terá duas fases. Na primeira etapa, os interessados devem responder um questionário. Já a segunda fase é optativa, sendo um programa de tratamento gratuito que utilizará intervenção psicológica e avaliação de hormônios, além da atividade cardíaca.

Para participar da triagem, basta se dirigir ao Laboratório de Pesquisa Clínica, localizado no 2º subsolo do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), de segunda à sexta-feira, das 14h às 17h, ou nas segundas e sextas-feiras das 9h às 11h30.

Em caso de dúvidas, as perguntas podem ser encaminhadas para o e-mailcontato@neuro.ufrn.br.

Serra no Itamaraty rebate vizinhos latinos

size_810_16_9_jose-serra-senado

Exame – Brasília – O Ministério das Relações Exteriores, já sob a gestão do tucano José Serra (SP), repudiou declarações dos países vizinhos que criticaram o processo de impeachment.

Em nota, a assessoria de imprensa do gabinete criticou a União das Nações Sul-Americanas (Unasul) e governos da Venezuela, Cuba, Bolívia, Equador e Nicarágua. O posicionamento inaugura a nova política externa do governo Michel Temer.

De acordo com o comunicado, o secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper, qualificou de maneira equivocada o funcionamento das instituições brasileiras. “Os argumentos apresentados, além de errôneos, deixam transparecer juízos de valor infundados e preconceitos contra o Estado brasileiro. Além disso, transmitem a interpretação absurda de que as liberdades democráticas, o sistema representativo, os direitos humanos e sociais e as conquistas da sociedade brasileira se encontrariam em perigo. A realidade é oposta”, diz a nota.

Desde que o processo ainda tramitava na Câmara dos Deputados, o secretário-geral da Unasul lança notas em críticas ao afastamento da presidente Dilma Rousseff. “Se continuar neste processo, poderíamos chegar a uma ruptura que seria preciso levar os países a analisar a aplicação ou não da cláusula democrática”, disse o ex-presidente colombiano no dia da aprovação do impeachment no Senado, durante coletiva de imprensa na sede do organismo, nos arredores de Quito.

Segundo a assessoria de imprensa do gabinete do Ministério de Relações Exteriores, os juízos e interpretações de Samper são “incompatíveis” com as funções que exerce e com o mandato que recebeu na Unasul.

Em outra nota, o Itamaraty critica diretamente alguns países vizinhos, além da Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América. De acordo com o comunicado, os governos da Venezuela, Cuba, Bolívia, Equador e Nicarágua estariam “propagando falsidades” sobre o processo político interno do Brasil.

“Como qualquer observador isento pode constatar, o processo de impedimento é previsão constitucional; o rito estabelecido na Constituição e na Lei foi seguido rigorosamente, com aval e determinação do Supremo Tribunal Federal (STF); e o Vice-Presidente assumiu a presidência por determinação da Constituição Federal, nos termos por ela fixados”, diz o documento.

WhatsApp agora pode ser baixado no seu PC ou Mac

download

em PC’s por meio do WhatsApp Web, mas que funcionava apenas em navegadores. A diferença entre a versão Web e a de PCs é que há mais integração nesta segunda, o que libera o melhor funcionamento de atalhos, por exemplo. Mas o app para PCs e Macbooks não funciona de forma independente e apenas espelha o que acontece no smartphone no computador e isso desanimou muita gente. A nova versão para PC é compatível com o Windows 8 ou mais recente e com o Mac OS 10.9 ou mais recente.

whatsapp-download-pc-mac-1
Nova versão WhatsApp para PC e Mac

 

 

Temer fala em manter programas sociais e reequilibrar as contas

Apresentação1

G1 – O presidente em exercício Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (12), em seu primeiro pronunciamento como substituto de Dilma Rousseff no comando do Palácio do Planalto, que irá manter os programas sociais da gestão petista – como Bolsa Família, Pronatec e Minha Casa, Minha Vida –, prometeu aprimorar a gestão da máquina pública e falou em promover reformas sem mexer em direitos adquiridos.

Temer assumiu interinamente a Presidência na manhã desta quinta, após o Senado aprovar, por 55 votos a favor e 22 contra, a instauração do processo de impeachment de Dilma. Logo depois de a petista ser intimada sobre o afastamento, o vice-presidente foi notificado da decisão dos senadores.

“Reafirmo, e faço em letras garrafais, vamos manter os programas sociais. O Bolsa Família, o Pronatec, o Fies, o Prouni, o Minha Casa, Minha Vida, entre outros, são projetos que deram certo e terão sua gestão aprimorada. Aliás, mais do que nunca, precisamos acabar com um hábito no Brasil em que, assumindo outrem o governo, você destrói o que foi feito. Ao contrário, você tem que prestigiar aquilo que deu certo, complementá-los, aprimorá-los”, discursou Temer.

Contas públicas
Temer também afirmou que, além de melhorar o ambiente de negócios no país para o setor privado, para produzir e gerar emprego, é necessário restaurar as contas públicas.

Segundo ele, o corte de ministérios já feito em seu governo é parte das medidas de reequilíbrio fiscal. “A primeira medida nessa linha está, ainda que modestamente, aqui apresentada. Já eliminamos vários ministérios da máquina publica e ao mesmo tempo nós nao vamos parar por aí”, afirmou, sem detalhar se outras pastas serão cortadas.”

“De imediato, precisamos também restaurar o equilíbrio das contas públicas, trazendo a evolução do envidividamento do setor público de volta ao patamar de sustentabilidade. Quanto mais cedo formos capazes de reequelibrar as contas públcaas, mais rápido consehuiremos retomar o crescimento”, declarou.

Em seu discurso, Michel Temer afirmou que não falaria em crise, mas que trabalharia para superá-la. “Vamos trabalhar. O nosso lema, que não é de hoje, é ordem e progresso. A expressão da nossa bandeira não poderia ser mais atual com se hoje tivesse sido redigida”, disse o peemedebista.

Segundo o presidente em exercício, foram encomendados estudos para eliminar cargos comissionados e funções gratificadas. Ele afirmou, no entanto, que manetrá “todas as garantias que a direção do Banco Central hoje desfruta para fortalecer sua atuação na política monetária e fiscal”.

General que comandou ocupação da Maré assume Segurança no RN

General Lundgren é o novo secretário de Segurança Pública do RN (Foto: Cristiane Cardoso / G1)
General Lundgren é o novo secretário de Segurança Pública do RN (Foto: Cristiane Cardoso / G1)

G1 – O general de Brigada Ronaldo Pierre Cavalcanti Lundgren, que comandou a ocupação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, vai assumir a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte. O Governo do Estado emitiu nota na noite desta quarta-feira (11) anunciando a mudança em oito pastas. O oficial da reserva do Exército e os outros novos sete auxiliares do governador Robinson Faria tomam posse na sexta-feira (13).

O genral Lundgren é nascido no Recife e possui graduação pela Academia Militar das Agulhas Negras. Ele é mestre em Estudos Estratégicos pelo US Army War College e doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

Além de comandar a invasão do Complexo da Maré, o general foi observador militar da ONU em Angola; comandou o 22º Batalhão de Infantaria, em Palmas; o Batalhão Brasileiro no Haiti; a 3ª Brigada de Infantaria Motorizada, em Goiás. O general Lundgren também participou do planejamento e da condução de operações de segurança como a Copa das Confederações da FIFA 2013, a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro em 2013; e a Copa do Mundo da FIFA em 2014. Ele foi transferido para a reserva em março de 2015.

Outras mudanças
O governador Robinson Faria também vai promover mudanças em outras sete secretarias de estado: Justiça e da Cidadania (Sejuc), Agricultura (Sape), Assuntos Fundiários (Seara), Mulher (SPM) e Administração (Searh), além das diretoras-gerais da Fundação José Augusto (FJA) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). “Tenho convicção de que estes nomes virão se somar ao nosso trabalho, com muita disposição, empenho e comprometimento”, destacou Robinson Faria, na nota divulgada pelo Governo.

Os novos secretários de estado são:

– Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) – Wallber Virgolino da Silva Ferreira, paraibano, delegado da Polícia Civil da Paraíba há 11 anos.

– Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape) – Guilherme Moraes Saldanha, formado em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Rural do Semiárido, é empresário rural no setor de agricultura irrigada.

– Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara) – Raimundo da Costa Sobrinho, já esteve à frente da pasta no primeiro ano de gestão do governador Robinson Faria. Antes disso, ocupou o cargo de delegado Federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Rio Grande do Norte.

– Secretaria de Política para as Mulheres (SPM) – Flávia Pontes Montenegro, possui graduação em Administração com ênfase em Marketing pela Universidade Potiguar.

– Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) – Cristiano Feitosa, procurador do Estado, deixa a Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejuc).

– Fundação José Augusto (FJA) – Isaura Rosado, formada em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFCE) e doutora em Sociologia da Educação pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

– Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) – Cátia Lopes, economista, mestre em engenharia da produção na área de Gestão Ambiental.