Amber Heard não denunciou agressão de Johnny Depp para a polícia, diz site

spn_aajddv160527_04

Uma nova informação sobre o divórcio de Amber Heard e Johnny Depp foi revelada pelo site “TMZ” nesta segunda-feira, 30. De acordo com a página americana, após a atriz ter discutido com o ator e ter chamado a polícia, ela omitiu informações para as autoridades, contando apenas que havia passado por uma “discussão com o marido”, sem mencionar o nome de Johnny Depp.

Na sexta-feira, 27, o “TMZ” divulgou uma imagem de Amber com o olho machucado e publicou a informação de que a atriz acusa o ator de jogar um iPhone em seu rosto. Ela estaria conversando com uma amiga no telefone enquanto discutia com o marido. Irritado, Johnny Depp teria tirado o celular da mão de Amber e arremessado contra o seu rosto.

Atriz tem pedido negado por juiz, mas pode ficar milionária
De acordo com o site “Daily Mail”, Amber pediu uma pensão a Depp e o ressarcimento do dinheiro pago aos advogados para cuidar do processo de divórcio. O juiz da corte americana negou o pedido no dia 27 de maio, quando Amber foi clicada saindo da corte com a cabeça baixa e ainda com a ferida aparente no rosto.

Apesar da primeira derrota na justiça, Amber já foi clicada sorrindo no sábado, 28, ao sair de uma reunião com seus advogados. Segundo o “Daily mail”, Amber pode conseguir 20 milhões dólares no divórcio. O ex-casal não tem um acordo pré-nupcial sob a lei do estado da Califórnia, mas a ela é  garantido que ganhe metade de tudo que eles adquiriram durante o tempo em que ficaram juntos.

Nesse período, Depp ganhou 61 milhões de dólares para participar de “Alice através do espelho” e 40 milhões de dólares para fazer “Aliança do Crime”. Segundo o jornal, Amber ganhou 383 mil dólares e gastou 51 mil dólares com despesas, que incluem jantares de negócios.

2015-11-22t041404z_185789781_gf20000069288_rtrmadp_3_usa-entertainment
Johnny Depp e a mulher, Amber Heard, em première de filme em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Kevork Djansezian/ Reuters)