Archive for outubro 4th, 2017

Deputado Tomba é escolhido relator do Orçamento Geral do Estado para 2018

O deputado Tomba Farias (PSB) é o relator do projeto da Lei Ordinária Anual (LOA) que estima a receita e fixa as despesas do Estado para o exercício de 2018. A escolha foi feita na reunião da Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF) realizada na manhã desta quarta-feira (4).

“Sei que não vai ser uma tarefa fácil, diante das dificuldades financeiras que atingem o Estado. No entanto vamos trabalhar para fazer um relatório dentro da nossa realidade, na tentativa de dar um ponta pé para possibilitar ao Rio grande do Norte voltar a investir para recuperar a sua economia.”, afirmou o deputado Tomba.

O relator disse que vai ouvir representantes de todos os poderes, secretários do Estado, Ministério Público e Defensoria Pública coletando contribuições para o seu relatório.
O presidente da CFF, deputado George Soares (PR) solicitou do relator que faça um paralelo da LOA com a Lei Federal que estabelece os limites de gastos da União, que com certeza atingirá os estados.

“Outra observação que fazemos é na questão dos investimentos. É preciso analisar o que o Estado está planejando. No primeiro semestre deste ano fomos o lanterna, no Nordeste, no tocante a investimentos e o quarto que menos investiu em todo o País”, disse o deputado George Soares.

O Projeto de Lei 133/2017 estima a receita dos orçamentos fiscal e da seguridade social em R$ 11 bilhões 951 milhões 189 mil e fixa as despesas no mesmo valor.

Assessoria

Nelter pede nomeação de delegado para Jucurutu e melhorias hídricas para Seridó

Durante sessão plenária nesta quarta-feira (4), o deputado Nelter Queiroz (PMDB) abordou dois assuntos de extrema importância para a região Seridó: segurança pública e abastecimento hídrico de diversos municípios. O parlamentar solicitou urgência na nomeação de um delegado para a Polícia Civil em Jucurutu.

“Já estive em audiência com o governador Robinson Faria e com a secretária de Segurança Pública e Defesa Social, delegada Sheila Freitas, solicitando a urgência na nomeação de um delegado para investigar os crimes que estão acontecendo no município.  O momento requer atenção, inclusive, já coloquei emendas para Jucurutu e São José do Seridó visando a instalação do videomonitoramento para auxiliar as polícias no combate ao crime”, destacou Nelter.

Ainda em seu pronunciamento, o deputado afirmou que reforçou ao governador Robinson Faria e ao secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Lopes Júnior, a necessidade de viabilização de vários poços tubulares para atender as demandas causadas pela seca nos municípios de Acari, Bodó, Currais Novos, Florânia, Lagoa Nova, Parelhas, Santana do Matos, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz.

Por fim, Nelter retomou os debates referentes à adutora que atenderá Currais Novos e Acari, e lembrou que pautou diversos de seus pronunciamentos sobre a idoneidade da empresa que foi contratada pelo Departamento Nacional de Obras Contras às Secas (DNOCS) para realizar a obra. “Alertei que esta empresa não prestava, pois é a mesma que foi contratada pelo DNOCS para fazer a adutora de engate rápido de Jucurutu, que teve vários problemas, assim como já foram constatados diversos outros nesta nova adutora”, salientou.

Como fez em suas redes sociais, o deputado solicitou ao Ministério Público Federal (MPF) que investigue a obra da adutora que abastecerá Acari e Currais Novos, e a empresa contratada pelo DNOCS. “Parece que existe uma gangue no DNOCS lá na cidade de Fortaleza porque a má qualidade dessas obras mostram um verdadeiro desmando com os recursos públicos”, concluiu.

Assessoria

Suspeito de atirar em bombeiro na Grande Natal é morto em confronto com a PM

Widenesson Alves de Oliveira morreu em confronto com a polícia (Foto: Divulgação/PM)

Um dos homens suspeitos de participar do assalto que terminou com um sodado do Corpo de Bombeiros do RN baleado na cabeça trocou tiros com a polícia e morreu. O confronto aconteceu no final da manhã desta quarta-feira (4) em São Gonçalo do Amarante, cidade da Grande Natal. De acordo com a polícia, outro homem foi preso após o tiroteio e um terceiro fugiu. Porém, nenhum dos dois teria relação com o atentado contra o soldado Alberto Rodrigues, que permanece em coma induzido.

Segundo o capitão Ivson Lima de Araújo, comandante do policiamento militar em São Gonçalo do Amarante, a PM chegou aos criminosos depois de uma denúncia. “Sobre um carro roubado. Verificou-se a denúncia e se chegou aos três”, afirmou ao G1.

Houve troca de tiros e Widenesson Alves de Oliveira, de 25 anos, morreu no local. Um homem que conduzia o veículo foi preso. Segundo o capitão Ivson, ele devia drogas a um traficante e foi obrigado a dirigir o carro. O traficante estava com os dois e fugiu após a chegada da polícia.

O soldado do Corpo de Bombeiros Alberto Aroldo Rodrigues segue internado em estado gravíssimo e instável. Ele foi baleado na cabeça durante um assalto que aconteceu na manhã desta terça-feira (3) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. As informações foram atualizadas por volta das 18h30.

Ele passou por uma cirurgia durante a tarde, no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal. Apesar dos esforços, os médicos não conseguiram tirar todos os fragmentos de bala que estão na cabeça do paciente, que está em coma induzido. Ele sofreu dois tiros.

Do G1RN

Mineiro anuncia audiência pública sobre Conferência popular de Educação (CONAPE)

Na reunião da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social, realizada na manhã desta terça-feira (4), o deputado Fernando Mineiro (PT), que preside a Comissão, anunciou que no próximo dia 16 será realizada uma audiência pública no auditório Cortez Pereira, da Assembleia Legislativa para o lançamento da Conferência Popular de Educação do Rio Grande do Norte.

“Nacionalmente todos os setores ligados à Educação estão organizando a Conferência Nacional Popular que será realizada em março do próximo ano, tendo como mote o Sistema Nacional de Educação. No próximo dia 16 no auditório desta Casa vamos realizar uma audiência pública a nossa conferência estadual e marcar a data de sua realização’, afirmou Fernando Mineiro.

A Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE) é tida como uma convocação à retomada da democracia no país e das vozes da sociedade civil organizada por meio dos movimentos sociais e das entidades educacionais. É uma reafirmação do compromisso com uma educação verdadeiramente transformadora.

Na reunião, que contou com a participação dos deputados Fernando Mineiro e Hermano Morais (PMDB) foram aprovadas duas matérias. O Projeto de Lei que trata da Instituição do Conselho Estadual de Comunicação Social (CECS-RN) continuou sob pedido de vista do relator, deputado Fernando Mineiro.

 

 

Assessoria

Mutirão de mamografias gratuitas tem início na Assembleia Legislativa

A dona de casa Maria de Fátima, 59, foi uma das primeiras mulheres a ser atendida na manhã desta quarta-feira (4) na unidade móvel Savana Galvão, equipada com um mamógrafo digital e estacionada na lateral da Assembleia Legislativa. Ela estava no Centro da Cidade para resolver questões pessoais quando se deparou com a ação promovida pelo Poder Legislativo em parceria com o Grupo Reviver.

“Na verdade eu já vinha tentando marcar o exame através do SUS, mas estava demorando muito. Para minha sorte e graças a Deus apareceu isso aqui. Está muito difícil marcar”, disse a dona de casa enquanto aguardava a vez de realizar o exame.

De hoje (4) até o dia 12 de outubro, a unidade móvel estará estacionada na frente da Assembleia Legislativa realizando um mutirão de mamografias gratuitas, um dos principais exames para detecção de câncer de mama. A ação inicia a programação do Outubro Rosa e tem como objetivo atender a alta demanda criada pela dificuldade de acesso das mulheres para conseguir atendimento desde a prevenção até o tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A voluntária do Grupo Reviver Arlene Dantas Bezerra ressalta a importância da realização do exame. “O quanto antes essa doença for tratada, melhores as chances de cura. O tratamento existe, só precisamos fazer cuidar de nós mesmas”, diz.

Quem deve fazer a mamografia

As mulheres acima dos 50 anos devem levar cartão SUS, documento oficial com foto e comprovante de residência. Já as mulheres dos 40 aos 49 anos, além destes documentos, devem portar também a solicitação do médico.

Os laudos serão entregues nos mesmos locais onde os exames forem realizados conforme datas informadas às pacientes e calendário posteriormente divulgado à imprensa.

Com os resultados das mamografias em mãos, o Grupo Reviver, desde a primeira edição do mutirão realizada em 2015, acompanha todas as mulheres que necessitam de exames complementares e prestam todos os esclarecimentos e direcionamento quanto ao tratamento.

A unidade móvel Savana Galvão é equipada com um mamógrafo digital, e uma reveladora para que os filmes sejam impressos e posteriormente laudados para serem entregues às pacientes. Em 2015, foram realizados 3.600 exames e, em 2016, foram 2.002, e, em 2017, a expectativa é realizar mais de 2 mil exames.

A ação percorrerá as quatro regiões administrativas da capital potiguar e irá também a Taipu e Guamaré com 70 atendimentos diários sempre das 8h às 18h.

Calendário do Mutirão de mamografias

4 a 12 de outubro – Assembleia Legislativa, Cidade Alta
13 de outubro – UNI-RN (por trás da Escola Doméstica), Tirol
16 a 18 de outubro – Unidade Básica de Felipe Camarão
19 e 20 de outubro – Policlínica Zona Sul, Avenida Airton Senna
23 a 25 de outubro – Policlínica Dr. Zeca Passos, Ribeira
26 e 27 de outubro – Escola de Governo, Centro Administrativo
30 e 31 de outubro e 1 de novembro – Policlínica Zona Norte, Avenida Florianópolis
2 e 3 de novembro – Centro de Saúde do Gramoré, Avenida Guaratinguetá
6 e 7 de novembro – Cidade de Guamaré
8 de novembro – Cidade de Taipu

 

Assessoria

Incêndio atinge mais de 100 casas em comunidade da Zona Oeste de Natal

Incêndio atinge casas na comunidade do Leningrado, na Zona Oeste de Natal (Foto: Divulgação/CBM)

Um incêndio atinge mais de 100 casas na comunidade do Leningrado, no bairro Planalto, na Zona Oeste de Natal. As chamas se espalharam após uma explosão, ocorrida no final da manhã desta quarta-feira (4) dentro de uma das moradias. Segundo o Corpo de Bombeiros, ainda não se sabe o que causou essa explosão nem onde ela ocorreu, mas até o momento não há registro de feridos.

Um vídeo (veja acima) enviado por um morador da região mostra muita fumaça e parte das casas destruídas.

De acordo com o cabo Wilinton Santos, o fogo começou a se espalhar por volta das 11h15, logo após a explosão. A moradia atingida fica perto do terminal das linhas de ônibus 24 e 33. “Durante o deslocamento das equipes de socorro, o fogo já tinha se espalhado para outras casas”, acrescentou.

A suspeita inicial é que um botijão de gás tenha explodido, mas, ainda segundo o cabo, a confirmação ainda depende de perícia.

Do G1RN

Kelps diz que Alecrim está abandonado pela prefeitura

Citando a importância econômica e histórica do bairro Alecrim, um dos mais tradicionais da capital, o deputado Kelps Lima (Solidariedade) fez um pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (4), criticando a forma como a prefeitura vem tratando o bairro, especialmente quanto à reurbanização que será feita pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR).

“O Alecrim é terra de gente empreendedora, que investe, que monta seu negócio e junta sua mercadoria para vender, mas na gestão do prefeito Carlos Eduardo o bairro vem sendo tratado como um quintal abandonado, enquanto a avenida Engenheiro Roberto Freire sempre foi o jardim bonito”, criticou o deputado.

Kelps criticou as mudanças que a prefeitura está fazendo no local, envolvendo diretamente os ambulantes e camelôs, muitos dos quais não poderão mais atuar. Na sua avaliação, o reordenamento será prejudicial às atividades comerciais.

O deputado destacou a importância econômica do Alecrim, maior arrecadador de ICMS no Rio Grande do Norte e defendeu que a sociedade e o Poder Legislativo atuem para o resgate do bairro. “Mesmo tendo esse enorme potencial, nunca foi um lugar valorizado”, afirmou.

O parlamentar disse que a atual gestão trata o Alecrim com descaso, pois comprovou pessoalmente que a praça Gentil Ferreira, uma das mais importantes do lugar, se encontra suja, abandonada e com o relógio quebrado. “Quem ouve os discursos do prefeito pensa que as calçadas ficarão lindas, que surgirão vagas para estacionamento, mas ele está sendo negligente e irresponsável”, criticou.

Assessoria

 

Ezequiel acompanha chegada do Água para Todos na área mais árida de Florânia

A região mais seca de Florânia, localizada no Seridó do Estado, vai ganhar um açude de pequeno porte para ajudar na convivência com estiagem que entrou no sexto ano. Neste período o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), requereu em nome da comunidade a instalação de poços e açude de pequeno porte em Serra do Cajueiro e Jucuri.

“Agora vejo as obras sendo iniciadas. Um alento para uma área de muita dificuldade de abastecimento de água potável, para sustento das plantações e animais. Os pequenos agricultores da região são abastecidos por chafariz ou carro pipa. Este reservatório poderá auxiliar no acúmulo e fornecimento futuro de água para os moradores”, explica Ezequiel Ferreira que preside o Comitê de Ações de Combate à Seca na Assembleia Legislativa.

Esta obra foi muitas vezes solicitada ao deputado Ezequiel Ferreira pelo vereador Saint Clair, o Galo, presidente da Câmara Municipal de Florânia, pelos vereadores Manoel Pinto e Lucas Henrique. E, na época pelo então prefeito Júnior de Janúncio, nos diálogos constantes com Ezequiel Ferreira que fez gestões junto a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh-RN) para incluir a localidade no programa Água para Todos.

O programa tem como meta fornecer água de qualidade para o público beneficiado, seja para o consumo humano, seja para atividades produtivas, inclusive criação de animais, possibilitando a geração de excedentes comercializáveis para a ampliação da renda familiar dos produtores rurais.

O Programa Água para Todos integra o Plano Brasil Sem Miséria concebido pelo Governo Federal a partir da necessidade de se universalizar o acesso e uso de água para populações carentes, residentes em comunidades rurais não atendidas por este serviço público essencial, atendidas por sistemas de abastecimento deficitários ou, ainda, que recebam abastecimento difuso.

 

Assessoria

Afastamento de Aécio acentua divisão interna do PSDB

Brasília - Senador Aécio Neves fala à imprensa após audiência com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto
Aécio Neves (Wilson Dias/Agência Brasil)

O afastamento do senador Aécio Neves (MG) determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) foi mais um capítulo na divisão interna do PSDB.

O presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE), adotou discrição no caso, ao voltar ao Senado depois de viagem ao exterior: não discursou no plenário e pregou que a melhor solução era aguardar o pronunciamento da Corte.

“Há consenso entre juristas de que a decisão do STF foi um exagero. Então o ideal seria que o próprio Supremo resolvesse”, disse Tasso a jornalistas. Segundo auxiliares do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), o tucano tampouco se mobilizou em prol do colega Aécio. A posição contraria Aécio e sua defesa jurídica, que nega agir de forma coordenada com o partido.

Nesta terça-feira, 3, aliados de Aécio tentavam convencer seus colegas de bancada a enfrentar a decisão do STF e votar no plenário o caso.

Esvaziamento

Tasso levou a bancada para uma reunião no seu gabinete, deixando a liderança tucana esvaziada. Não houve consenso. Ao fim, coube ao líder Paulo Bauer (SC), um dos pilares da reação aecista, dizer que o partido era a favor de realizar a votação, embora a posição fosse por maioria e não unânime.

Tasso não faz nenhum movimento para enquadrar dissidentes do governismo, o que ecoa na Câmara. A insurgência dos “cabeças-pretas” levou a bancada a tentar destituir o relator da denúncia contra o presidente Michel Temer, deputado Bonifácio de Andrada, mineiro como Aécio, um dos principais defensores da manutenção do partido no governo.

Na votação à noite, o PSDB encaminhou pelo não adiamento, como queria a defesa. “Sinto que esse foi o último ato de solidariedade”, disse o senador Ricardo Ferraço (ES). Só ele e Eduardo Amorim (SE) votaram em desfavor de Aécio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/afastamento-de-aecio-acentua-divisao-interna-do-psdb/

Mais uma fuga: Presos escapam de CDP na Zona Norte de Natal

CDP da Zona Norte de Natal (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)
CDP da Zona Norte de Natal (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Pelo menos seis presos escaparam na madrugada desta quarta-feira (3) do Centro de Detenção Provisória da Zona Norte de Natal. A informação foi confirmada pela Coordenação de Administração Penitenciária (Coape).

No entanto, os nomes dos presos que fugiram ainda não foram divulgados nem como eles escaparam.Até a última atualização desta matéria, ninguém havia sido recapturado.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/presos-escapam-de-cdp-na-zona-norte-em-natal-confirma-coape.ghtml

Henrique Alves e Eduardo Cunha continuam fora da galeria de ex-presidentes da Câmara

Thaísa Galvão 

Na sua coluna de domingo, no Globo, Lauro Jardim publicou a nota abaixo:

O que ele não disse: que antes de Cunha, o presidente da Câmara foi o ex-deputado Henrique Alves, também do PMDB, que também está preso, e que também não figura na galeria dos ex.

O Blog apurou e uma fonte da Câmara enviou a foto atualíssima onde o último ex-presidente é Marcos Maia, do PT.

Após manobra, deputados aprovam urgência sobre fundo eleitoral

câmara
CÂMARA DOS DEPUTADOS: após adiamento, reforma eleitoral deve voltar a ser apreciada / Ueslei Marcelino/ Reuters (Ueslei Marcelino/Reuters)

Brasília – Após uma manobra regimental, os deputados aprovaram nesta terça-feira, 3, um pedido de urgência para analisar o projeto que cria um fundo público para financiamento de campanha.

Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o mérito do projeto, já aprovado pelo Senado, só será votado nesta quarta. Antes, no entanto, o plenário deve analisar o projeto relatado pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), que traz outras mudanças na legislação eleitoral.

Para que o fundo possa ser usado já nas eleições do ano que vem, a Câmara tem de aprovar o projeto até sexta-feira. Em seguida, o texto tem de ser sancionado pelo presidente Michel Temer, no máximo, até sábado.

Para conseguir aprovar a urgência, os líderes lançaram mão de uma manobra regimental para que o requerimento pudesse ser aprovado apenas com a maioria simples do plenário – a última vez que isso aconteceu foi em 1999. Foram 248 votos a favor e 184 contra. Esse tipo de quebra de prazo precisa, normalmente, do apoio da maioria absoluta da Casa, ou seja, do voto de no mínimo 257 deputados.

No fim do dia, parlamentares favoráveis ao fundo enviaram mensagens via WhatsApp aos colegas apelando para que eles votassem a favor “pelo menos da urgência”, para que o projeto pudesse ser analisado nesta quarta.

Pela proposta aprovada no Senado, o dinheiro do fundo, cerca de R$ 1,7 bilhão, virá das emendas de bancada e de recursos da compensação fiscal de programas partidários exibidos em cadeia nacional de rádio e TV em anos não eleitorais.

Os líderes dos partidos na Câmara tentaram costurar um acordo garantindo que Temer vetará pontos que desagradaram aos deputados, como o que trata da distribuição dos recursos do fundo entre os partidos e outro que determina que o dinheiro do Fundo Partidário, que já está previsto no Orçamento, somente possa ser usado para financiar campanhas a cargos majoritários (presidente, governador, senador e prefeito).

 

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/apos-manobra-deputados-aprovam-urgencia-sobre-fundo-eleitoral/#

O inesperado trunfo de Michel Temer para aprovar a reforma da Previdência

Resultado de imagem para Temer
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O governo Michel Temer ainda tem grandes chances de aprovar alguns pontos da reforma previdenciária demandada pelo mercado. Se, por um lado, a tramitação da denúncia contra o peemedebista na Câmara tem provocado maior atraso nas articulações para a PEC 287/2016, por outro, a impopularidade pode ser, ironicamente, um grande trunfo do atual presidente. Essa é a leitura que faz o cientista político Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs, terceira maior empresa de pesquisas do mundo.
Ao contrário do que se poderia imaginar, a baixíssima aprovação da atual gestão pode não afugentar os parlamentares conforme esperado, mesmo que a aprovação de medidas impopulares possa prejudicar o desempenho de muitos deles nas próximas eleições. Conforme mostra o mais recente levantamento feito pelo instituto, apenas 2% dos brasileiros avaliam a administração do presidente como ótima ou boa, ao passo que 84% a consideram ruim ou péssima.

Mas o que explicaria eventual postura mais amistosa dos parlamentares a tal medida impopular às vésperas das eleições? O cientista político Danilo Cersosimo aponta duas perspectivas como possíveis respostas.

Do lado do governo: “[A reforma da Previdência] Tem muita chance [de passar], porque um governo que não tem nenhuma aprovação praticamente, em tese, não precisa dar satisfação à opinião pública. Então, teoricamente, é um governo que poderia impor todos os remédios amargos que a sociedade brasileira precisa tomar”, explicou o especialista em entrevista ao último programa Conexão Brasília, pelo InfoMoneyTV. Para ele, a grande questão é quais pontos da medida passarão e quais ficarão no caminho, tendo em vista as negociações de Temer com os parlamentares para se manter no poder e evitar julgamentos.

Do lado dos congressistas: O cientista político acredita que a pressão da sociedade e exposição dos deputados e senadores que se posicionarem a favor de medidas impopulares têm efeito reduzido no Brasil. “Infelizmente, nosso sistema não aproxima o parlamentar do eleitor, do cidadão. As pessoas, via de regra, não sabem em quem votaram, então dificilmente vão associar o voto do parlamentar a uma causa que, na percepção dela, foi prejudicial. Não creio que levar em consideração o que a opinião pública pensa sobre as reformas vai direcionar o comportamento do Congresso”, disse Cersosimo. Ele acredita que pode haver renovação significativa nos assentos do parlamento (o que, de certo modo, já é uma realidade na Câmara dos Deputados), mas movida mais por um senso de necessidade de renovação, guiado pela ojeriza a escândalos de corrupção recentemente revelados.

Na avaliação do diretor da Ipsos, a reforma previdenciária pode ser menos danosa à imagem de um parlamentar que pretenda disputar uma corrida eleitoral em comparação com o quanto ele pode ganhar de capital político com recursos liberados pelo governo para emendas e cargos conquistados em áreas estratégicas. “Isso é sempre muito mais percebido. Estamos falando de um país com pouco senso de coletivo. Nós também não primamos por pensamento de longo prazo. É muito possível que os parlamentares que podem se sair melhor na próxima eleição, do ponto de vista de permanência, de reeleição, sejam, aqueles que tenham mais associação e benfeitorias que você percebe no curto prazo e para si mesmo”, concluiu Cersosimo. Para assistir à íntegra do último programa Conexão Brasília, clique aqui.

Um levantamento feito pelo projeto Congresso em Números, do Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV-Rio faz constatações que podem corroborar com tal avaliação. Conforme apuraram os pesquisadores, a Câmara dos Deputados vive hoje seu maior descolamento da opinião pública em quase duas décadas. Em setembro, 79,6% dos deputados acompanhavam as orientações da liderança do governo, enquanto o Michel Temer era avaliado positivamente por menos de 3% dos entrevistados pelo mais recente levantramento feito pelo Ibope. Na média anual, o apoio parlamentar ao presidente está em 78,7%, enquanto a popularidade média oscila na casa dos 6%. O estudo foi divulgado pelo jornal O Globo no último domingo.

 

 

Fonte: http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/6985511/inesperado-trunfo-michel-temer-para-aprovar-reforma-previdencia

​Mulheres com câncer se mostram em exposição durante o Outubro Rosa

  • O Grupo Bonitas realiza durante todo o período do movimento Outubro Rosa uma exposição itinerante de fotografias de pacientes oncológicas.

    As fotos de 23 mulheres revelam histórias de vitória e superação, mesmo que recheadas de dor, desvelando que é possível sim se curar de um câncer e voltar a usufruir de uma vida saudável e tão boa ou até melhor quanto a de antes.

    I Expo Mulheres Bonitas apresenta personagens com idade entre 26 e 54 anos que enfrentaram uma das provas mais difíceis para o ser humano, olhar a possibilidade da morte de frente, encarrar a realidade e, superar as circunstâncias advindas desta experiência, e por isso, elas se transformaram, verdadeiramente, em belas heroínas.

    A mostra vai percorrer os shoppings mais populares da cidade com o objetivo de atingir um maior e mais diversificado público e assim desmistificar a doença a respeito da finitude, ao mesmo tempo em que reforçará o alerta a respeito da prevenção do câncer.

    Todas as modelos da I Expo Mulheres Bonitas foram submetidas ou ainda estão em tratamento contra o câncer e, cada uma, a seu modo, atravessaram as etapas da doença desde as primeiras emoções, após o recebimento do diagnóstico, passando pelo tratamento até a cura.


  • Fotógrafas

    I Expo Mulheres Bonitas não tem fins lucrativos, todos envolvidos na organização são voluntários, o que inclui a equipe de seis fotografas formada por Ana Cláudia Albuquerque, Eleonora Marques de Siqueira, Katherine Carvalho, Rose Medeiros, Sônia Regina e Verônica Barreto que se uniram em um mutirão para realizar as sessões de fotos expostas neste exemplar e na mostra itinerante.

    “Espero que a exposição seja linda e, acima de tudo, que atinja a nossa meta de levar uma mensagem de superação, será uma semente na vida de cada mulher que passar por ela e assim ver diminuir o número de pessoas acometidas com esta doença”, explicou a criadora do Grupo Bonitas, Adilza Holanda.

  • I Expo Mulheres Bonitas
    Abertura
    Data: 09 de outubro
    Horário: 19 horas
    Local: Praia Shopping

    Programação
    09 a 14 de outubro – Praia Shopping
    16 a 20 de outubro – Via Direta
    25 a 29 de outubro – Partage North Shopping
    30 e 31 de outubro – OAB/RN

    Contato para entrevista:
    Adilza Holanda – (84) 99135-6035
    Iris Letiere – (84) 99422-2266
    Wanuzia Melo – (84) 99911-0162